certeza de nada

Domingo, sem muita surpresa, acordei com 30 anos. Hoje é a vez da Yuri, minha gêmea querida.

Um tempo atrás, estava pensando sobre isso: o que é crescer? A conclusão foi que crescer é algo como se tornar uma criança responsável. Cumprir com suas obrigações, tarefas, trabalhos, responsabilidades, mas sempre com a leveza e a alegria – se possível com os olhos – de uma criança. Não parar de brincar com a vida, de se divertir nela. Manter a alma de criança.

Pensei numa música que, de uma certa forma, traduzisse esses sentimentos. Achei uma linda, encantadora… Quem não cantarolou ela quando criança? Quem, quando criança, entendia o tanto que a letra é linda? Pois é…

Pra gente não esquecer daquela criança que mora dentro, da alegria de viver, de rir à toa.

Parabéns Yu!!

 

são demais os perigos desta vida…

Sabe amor? Incondicional? O Vinícius de Moraes é isso na minha vida: amo o poetinha. Cada dia mais, se é que isso é possível…

Ela me ensinou a gostar de poesia, ele me ensinou a viver um amor, a sofrer por amor, a se recuperar e ter coragem de se jogar tudo de novo. Outro dia, tentando apresentá-lo a um amigo americano, descrevi assim: a crazy bohemian sensible man that lived to venerate all women in the world. Movido pelo amor, pela paixão, pela amizade. Ô vida bonita que esse homem teve!

Pra hoje, escolhi a música que me fez cair no choro. Sozinha, na estrada, 650 km depois de sair de BH, à 50 km de casa, toca essa.

Choro, na certa.

 

P.S.: foto tirada na cidade colombiana de Aracataca, mais conhecida como Macondo, no quintal da casa em que Grabriel Garcia Marquez cresceu.

Saravá!!

20120613-232602.jpg

Hoje foi difícil, a inspiração não vinha. Dia exaustivo, milhares de coisas pra resolver, planejar, executar… Nada como umas partidinhas de song pop na hora que enfim se chega em casa… Eis que ele, em toda sua aleatoridade, coloca meu amado poetinha pra eu adivinhar. Bobeirinhas tecnológicas, adoro vocês ❤

Ele tem o poder de melhorar meu humor, acalmar… Ahhh Vinicius, só você!

Benza Deus!

Em fevereiro, tem carnaval.

Eu sei que ainda faltam duas semanas, mas… Já estou em ritmo de carnaval.

Pensando em sambas e marchinhas, em fantasias e confetes, em música e festa, me lembrei de um filme que tem o clima da boemia que eu queria pro meu carnaval: o filme sobre a vida de Vinícius, com o mesmo nome.

Não precisa ser fã do poetinha pra gostar do filme, mas acredito que depois dele a gente fica um pouco mais encantada com ele. E as músicas… Ah, as músicas. Diferentes nomes da MPB interpretando as mais lindas.

Recomendo muito o filme. Gostaria de ter achado o trecho em que Vinícius está com amigos em casa cantando, mas não achei clipes do filme. Fico então com Regra Três, com Toquinho e Vinícius – uma das minhas favoritas.