Um dia ele vai saber.

foto

Ele não vai ler esse post. Nem escutar essa música. Ele ainda não entende a diferença que ele faz na minha vida. Ou como os dias são um pouco melhores se ele está.

Mas quando eu chego e olho pra ele, e abro o meu melhor sorriso, ele sorri de volta. E não preciso de mais nada.

Um dia ele vai crescer e escolher as suas próprias músicas. Sabe-se lá o que vai ser música daqui a 15 anos – e eu provavelmente vou ser uma velha chata que acha que a música deixou de ser boa depois dos anos 20.

Hoje, quem escolhe a música sou eu. Não é uma música de aniversário. É uma música que eu gosto tanto tanto tanto tanto que estava esperando uma ocasião especial pra colocar ela aqui. Nada mais especial que o seu primeiro aninho de idade.

Meu afilhado querido, vão haver muitas coisas que eu não vou poder te dar. Mas até onde eu conseguir te influenciar, prometo só encher você de música boa.

A primeira música de um dos melhores discos de todos os tempos, Radiohead com 15 Step. Parabéns!


 

2 anos!!!

musique

Sabe porque fazer dois anos é sensacional?

Se você abre o blog num dia qualquer pra ver qual música está tocando, você vê um pedaço do que uma de nós estava pensando naquele momento.

Mas se você pega dois anos de blog, você tem um diário de 2 anos da vida de três pessoas. Da minha vida. Você pessoa estranha ou conhecida sabe quando é o meu aniversário, se eu estou feliz ou triste, sabe do casamento da minha irmã e da reforma da minha casa, sabe que eu amo meu cachorro e amo as sextas-feiras, os shows que eu fui, se estou tendo uma semana boa ou ruim no trabalho, se tenho um namorado sucesso ou parei de acreditar no amor, se vou sair no fim de semana ou ficar em casa.

Dois anos de blog significa que você pode se identificar com os posts da Yuri, amar a playlist da Luna, escutar uma música e pensar “essa é a cara da Ana” porque, se você quiser, você nos conhece.

E olha, a gente é muito legal.

Parabéns!!

2013-06-30 19.48.34-1

Dia especial hoje. Ontem, indo dar um abraço semi-surpresa na aniversariante de hoje, comecei a chorar. Difícil explicar porque.

Talvez pela alegria de ser amiga dela, pela admiração e pelo imenso carinho que tenho por ela. É muito talvez pra tentar explicar um sentimento concreto. Mas sentimentos são assim mesmo, né?

Esse ano vou postar uma música com o mesmo nome do ano passado. Dessa vez, cantada pelo João Cavalcanti (filho do muso Lenine!), a linda e delicada Luna.

Parabéns flor!!

certeza de nada

Domingo, sem muita surpresa, acordei com 30 anos. Hoje é a vez da Yuri, minha gêmea querida.

Um tempo atrás, estava pensando sobre isso: o que é crescer? A conclusão foi que crescer é algo como se tornar uma criança responsável. Cumprir com suas obrigações, tarefas, trabalhos, responsabilidades, mas sempre com a leveza e a alegria – se possível com os olhos – de uma criança. Não parar de brincar com a vida, de se divertir nela. Manter a alma de criança.

Pensei numa música que, de uma certa forma, traduzisse esses sentimentos. Achei uma linda, encantadora… Quem não cantarolou ela quando criança? Quem, quando criança, entendia o tanto que a letra é linda? Pois é…

Pra gente não esquecer daquela criança que mora dentro, da alegria de viver, de rir à toa.

Parabéns Yu!!

 

Aniversário das Gêmeas!

Não, elas não são gêmeas de pai e mãe, mas isso não significa que não sejam gêmeas de verdade. Todo mundo sabe que a gente tem a família que nasce e a família que escolhe. As vezes a afinidade é tanta que não é uma escolha, é destino. Alguns gêmeos nascem com um minuto de diferença, elas nasceram com um dia. Acontece…

A Yu eu conheci já há alguns anos, e demorou uma noite pra gente ficar amiga. A Ana foi tipo só apresentar “Luna, essa é a Ana, minha irmã gêmea” – “Ah, tá, mais uma melhor amiga então” e… estamos ai.

As duas queriam um tema especial pra comemorar o último ano na casa dos 20 (pode falar a idade?), e quando a Ana me perguntou se eu tinha uma idéia de música tema ela veio logo: a versão da Verônica Ferriani pra música Com Mais de Trinta.

Não confio em ninguém com mais de trinta anos

Não confio em ninguém com mais de trinta cruzeiros 

O professor tem mais de trinta conselhos

Mas ele tem mais de trinta

Parabéns, meninas!