Intuição

20130925-213635.jpg

Aprender a seguir o coração. Aprender a ouvir aquela vozinha que fala com a gente.

A sensação de re-conectar com a gente é muito gostosa. Voltar pro eixo.

Muitos sentimentos confusos. E uma música linda, pra fazer esse post valer a pena.

Vou hoje de Marble Sounds, com uma música linda linda, com uma letra linda linda.

…e que os caminhos malucos e inesperados que a intuição vai levando, sejam caminhos felizes.

na cabeça

2013-08-22 20.53.18

Quase uns cinco anos atrás, quando eu morava numa terra tão tão distante, resolvi cortar a cultivada cabeleira dos anos de faculdade e começar a ter cabelo mais curto. Achei uma pessoa excelente por lá, que cuidou de mim por um ano. O desespero começou a bater quando voltei pra cá pra BH… apesar de nascida e criada por aqui, não tinha uma pessoa de confiança pra me ajudar a ser a pessoa de cabelo curto que eu queria ser.

Até conhecer a Alê e a Tati. Digo que foi praticamente amor à primeira tesourada. Todo o cuidado que ela teve naquela primeira vez, querendo saber do meu cabelo, histórico, o que eu gostava e o que não gostava… Num ambiente super gostoso, super estiloso, sempre com uma água fresquinha, uma conversa boa e, claro, uma musiquinha delícia.

Mais de três anos se passaram e, mesmo morando fora de BH por uns anos, nunca mais confiei o corte à outra pessoa. Nem penso nisso, encontrei quem me entende! Pelo menos capilarmente falando… Isso aqui ilustra bem:

2013-04-12 18.35.50

 Sim, a Alê também tem um instagram que posta os cortes sucesso que faz!

E a música, onde entra? Pois é, umas semanas atrás, quando fui lá dar um jeito na ‘cabeleira’ ela me deu um CD com a coletânea de 2013.

Tudo tão caprichado… Apaixonei!!!

Não consigo parar de escutar!! E olha que não conhecia nenhuma das músicas que tão ali. Na verdade, da coletânea, só conhecia a Regina Spector, todos os outros 17 artistas ali são novidades pra mim. Nessa, grudou na minha cabeça o especular Thrift Shop, do Macklemore e algumas outras. Inclusive essa que posto hoje, minha segunda preferida. A banda se chama TV Girl, e pelo que andei escutando, tem outras músicas bem legais.

Gente que te apresenta bandas novas ❤

 

Se alguém se interessar em marcar uma hora com a Alê ou com a Tati, o tel é (31) 3291-5794.

pra quem sabe ter

 

Música legal pra começar a semana? Vou com a música legal que ma animou na estrada nesse feriado…

Não conheço nada da banda Nevilton, mas esse disco tributo ao Raça Negra é excelente! Nunca tinha reparado de verdade na letra dessa música, é linda!!! Prestenção…

Pra começar a semana com sorrisos, hein?

 

Depois do fim

“O R.E.M. marcou o ponto em que o pós-punk virou rock alternativo”. Assim começa no AllMusic a descrição do R.E.M., uma banda que nunca chegou a ser uma preferida, mas que eu gostei consistentemente ao longo dos anos.

Do início da carreira deles, ao boom do início dos anos 90, à formação do trio e o fim da banda em setembro desse ano, saiu muita coisa boa. Conheço algumas das mais antigas – The One I Love, Bad Day, Shiny Happy People – todas clássicas e deliciosas, e conhecidas de  inferninhos cults por aí (ai, minha época de Obra…). Admito que do que saiu nesse século não conheço muito, e acho que a mais recente que lembro ouvir deles foi Orange Crush; mas eu curti o boom anos 90.

Losing My Religion foi definitivamente a música que inaugurou a banda na minha vida. Uma música linda, com um clipe maravilhoso, e uma letra que caiu como uma luva pra minha angústia adolescente. Depois dela vieram outras, Man on the Moon, What’s the Frequency, Kenneth? e a linda Everybody Hurts, pra citar as mais famosas (e preferidas).

No dia 15 de novembro (agorinha!) foi lançado o álbum Part Lies, Part Heart, Part Truth, Part Garbage: 1982-2011, com todas as músicas citadas acima mais outras 12 – são 20 no total. Pra quem não conhece e quer conhecer, ou pra quem como eu gosta e queria conhecer mais, as melhores de todas as fases da banda. Super recomendo.

Pra hoje, minha ainda all time favorite. E boa terça pra todos.