do Curupaco ao Caetano

2013-08-04 20.17.56-1

Das 10 da manhã à meia noite, ouvindo música. Assim foi meu domingo. Hoje a sensação é de esgotamento.. tô exausta! E feliz, muito feliz!! Música alimenta, né?

Que domingo lindo! O dia tava lindo, as companhias maravilhosas… Alegria, alegria

Em Santa Tereza, uma delícia de show do Curupaco, surpresa ótima com Sala da Toscaria improvisando em cima do Acabou Chorare. Tulipa Ruiz, gripada, arrasou!! Lindo lindo o show dela… Essa foi a hora que a praça começou a encher demais, sinal de celular começou a falhar… a noite foi caindo, e a gente não conseguia mais andar direito pela praça. Passei o show do querido Jeneci sentada descansando um pouco, e, na hora do muso Lenine, simplesmente não dava. Impossível ficar no meio de uma multidão daquelas. Nem um lugarzinho fora da bagunça dava pra encontrar: a estrutura de som não tava lá muito legal. Se você não estivesse na frente do palco, não dava pra escutar nada direito! Com o coração muito apertadinho de deixar o Lenine pra trás, fomos pra praça da Estação, já com medo da muvuca que estaria por lá. E qual não foi a surpresa: tudo em paz! Muito cheio, mas uma ótima estrutura pro tanto de gente que tava lá: muitos telões, som potentíssimo, comida e bebidas nos bares, banheiros quase dignos. E espaço. E possibilidade de respirar. O comentário geral foi: Lenine não merecia aquela bagunça. O público dele não merecia aquela bagunça.

Preciso falar do que foi assistir o show do Paulinho da Viola? Amor! Que graça ele é, que simpatia, que voz! Assistir ao show, mesmo que de longe, mas podendo dançar, ouvir… um presente! Repertório lindo, finalizando com a Velha Guarda da Portela no palco. Mais uma vez, a palavra que vem na cabeça: amor! Um show a menos na listinha dos shows que eu preciso ir na minha vida.

Bom, depois disso, esgotada, queria ir embora. Tinha show do Caetano. Ah, já tô aqui, vou ouvir umas duas música e ir embora. Andava meio com birra dele… Birra que passou MUITO rápido!! O show dele foi EMOCIONANTE, revigorante, lindo! Minha maior surpresa do dia! Alternando entre as músicas novas com a banda Cê e vários clássicos só voz e violão, ele não deixava ir embora. Comentei com uma amiga: quero ir embora mas o Caetano não deixa!! Foi lindo. Nunca tinha visto ele no palco, e ali, naquela praça lotada, agradável, ele me ganhou. E o sambão no final? Ele convidou o Trio Preto +1, pessoal do Rio que eu nunca tinha ouvido falar. Quando todo mundo se juntou no palco, emoção. Eu não sabia de onde vinha energia pra dançar, pra rir, pra cantar… Coisas que só a música faz por você.

Depois desse imenso relato, não dá pra não postar uma do Caetano. Escolhi uma que ele cantou no finzinho, e que eu cantei junto, com os bracinhos pra cima. Tentei achar uma versão sem o mash up com Cotidiano. Achei um vídeo não oficial, mas com boa qualidade. Pega um pouco da vibe de ontem. Só tira um pouco das guitarras e coloca percussão no lugar e voilà!

 

É hora de mudar!!!

protestaBH_Tiago

Impossível fechar os olhos para o que está acontecendo no Brasil essa semana. Bonito de ver, aflitivo de ver. É tanto sentimento misturado, tanta coisa errada…

É hora da gente se levantar e lutar pelos nossos direitos!

E hora também de pensar qual é nosso papel nisso tudo. Como a gente pode fazer nossas pequenas revoluções internas, tão importantes numa mudança efetiva de mentalidade do país.

Não é só o governo, não é só um ou outro partido, não são só empresas. É a gente também. É a nossa mentalidade também.

Seja a mudança que você quer ver no mundo

Como bem escreveu a querida Nane:

que a revolução seja também individual!!!

mais amor, menos indiferença
mais honestidade, menos corrupção
mais fidelidade, menos traição
mais livros, menos novelas
mais respeito, menos pornografia
mais natureza, menos consumismo
mais verdade, menos falsidade
mais liberdade, menos vícios…
mais tesão, menos acomodação
mais essência, menos aparência!

enfim, cada um pode contribuir!!!

faça sua parte: MUDE-SE

Vem pra rua! Compartilha essa ideia. Não desista!

Foto do amigo querido Tiago de Caux. Pra quem não conhece, essa é a Praça 7 em Belo Horizonte.

 

Coração na boca

5638_10200296332233114_980112735_n

A vida de muita gente ficou marcada pelo que aconteceu no Brasil no dia 17/06/2013, segunda feira. A minha por mais de um motivo.
Fiquei chocada, chorei, rezei. Com o coração na boca, quis sair correndo, gritando. Pedi um tanto de coisa.
Me senti em outros tempos da história. Mas não, a história é agora.
Espero que esse sentimento que está tomando conta dos brasileiros não seja só de momento. Que cresça, que mude, que evolua, que revolucione. Utopia? Acredito que não mais.

Pessoal, busque, se informe, compartilhe, discuta. VÁPRARUA!

o dia em que Pal McCartney falou ‘UAI’

IMG_0357

Difícil explicar a sensação de assistir um Beatle. Só isso já seria motivo de alegria. Sim, mesmo que fosse o Ringo… Mas foi o Paul.

 

Sempre achei ele o mais lindo. E qual não foi a surpresa: um lorde. Pontualíssimo, começou o show alguns minutos antes, mas deu boa noite ao público exatamente às 21:30. Arranhou português e agradeceu a cada música. Falou uai. Falou ‘trem bão, sô’. Falou minerês. Poucas vezes vi um artista tão simpático, tão cativante. Lindo. Tão em forma! Como canta, como agüenta no palco! Passa uma impressão de que esta ali se divertindo com a gente.
O mineirão acabou de ser entregue, ‘pronto pra copa’. Vimos muitos problemas. Mas acho que vimos também um momento glorioso daquele lugar.
Saí encantada, saí mais feliz. Encantada com ele.
Sir Paul, foi lindo. Problemas da organização, da estrutura… Você nos fez esquecer.

Escolhi pra hoje ele cantando um mix com minha música preferida dos Beatles, Here, there and everywhere.

Sir Paul: foi lindo.

Obrigada & volte sempre.

é S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L.

1140_465548890173056_792846006_n

BH fazendo nossos corações baterem mais forte. Além de ter o carnaval mais amor do Brasil, tem o pré-carnaval mais musicante! Dia 02 de fevereiro tem o IV Simpósio de Empreendendorismo Nada Sensato Articulado no Cenário Internacional e Organizado por Nossos Amigos Legais, o S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L.!
Então vou mostrar aqui algumas das bandas bacanudas que vão tocar.
Hoje é a vez do Los Broster da Argentina! Eu já conhecia o som da galera e quando vi que eles viriam aqui fiquei em êxtase!

Fala se não dá vontade de dançar bem lelê pela sala!!!

Mais infos do S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L. aqui, e do Los Broster aqui.

muda

A primeira vez que ouvi Juarez Maciel & grupo Muda tocando, numa edição do finado festival ‘Conexão Telemig Celular’, tive uma surpresa excelente. Som instrumental, de excelente qualidade, cheio de pessoas da família no palco…

A segunda, já num ‘Conexão Vivo’, só me vinha uma coisa na cabeça: se hoje eu tivesse que escolher uma trilha sonora pro resto da minha vida, seria o som desses caras.

O que foi aquilo? Não entendi direito, mas foi lindo! Acabei ganhando dois discos deles: o Objeto Sonoro e o Planos. São coringas do iPod…

Outro dia ouvi uma novidade: músicas deles cantadas. E foi uma delas que escolhi pra postar hoje, a deliciosa Mais que Palavras.

mais informações sobre esse trabalho lindo clicando aqui.

Deliciosa Experiência

20120603-230514.jpg

Música. Assim foi o fim de semana: vivendo a música. Show na praça sábado à tarde, bandas finíssimas sábado a noite, roda de amigos num lugar lindo domingo a noite. Música e pessoas queridas. Precisa de mais alguma coisa?

Sábado assistimos ao show da banda belorizontina ‘Inevitável Experiência‘. A palavra é: delicioso. Ok, pode ser emocionante também. Ou lindo. É uma musica que não te dá vontade de conversar, só fechar os olhos e deixar o som entrar… Emocionante!

Um pouco por não ter encontrado um video menor, mas principalmente pra vocês sentirem o que é esse som, hoje coloco uma gravação de um show deles.

Dica amiga: aperta o play e deixa o som te levar. Na hora do almoço, ou antes de começar a trabalhar, ou num intervalo, ou pra focar no trampo.

Prometo: não vai se arrepender.

Boa semana!

vamos fugir também

É de pequeno que se aprende. Aprende o que é certo, o que é melhor pro planeta, a gostar de música boa.

Hoje posto uma música que eu AMO, e que tenho uma ligação afetiva gigante. O grupo é o fantástico “Curupaco”, formado por algumas pessoas muito queridas e muito talentosas. Essa música faz parte do segundo disco deles, chamado “O Vôo do Pterodactilo”. Músicas pra criança e adultos de bom gosto.

É quase desafiante ouvir essa música pela manhã e não ficar de bom humor!

Quem conhecer a voz ganha um pirulito! (dica amiga: mesma voz de uma outra banda que tá sempre por aqui no Musique…)

Ah!! Um super ótimo dia Internacional da Mulher pra gente! Pra gente lembrar do que isso significa de verdade mesmo…

Estúdio Aberto!!

Hoje eu vou apresentar um projeto de música de uma galera fera aqui de BH. O projeto chama Estúdio Aberto.

Um release, por eles:

O projeto

Estúdio Aberto é um projeto realizado pela ONG Contato, de Belo Horizonte, em que a proposta é reunir músicos, profissionais e pessoas interessadas para criação e produção coletiva de um CDParalelo aos encontros de criação e composição serão realizadas oficinas, que irão contribuir não somente para os processos criativos mas para os procedimentos práticos necessários à criação de um cd, como produção executiva, mixagem, masterição, etc. A idéia é que estes encontros promovam trocas de experiências, circulação de referências e capacitação, apliando desta forma, a profissionalização do mercado da música independente em Belo Horizonte. O produto a ser gerado dependerá do empenho dos participantes, que deverão se envolver com toda a logísitica de produção, como parte do processo formativoA proposta é que os participantes colaborem em diversas atividades: definição dos temas de interesse nas oficinas, postagem de referências e impressões no blog, comunicação interna do grupo, logística de produção do Cd, do show, estabelecimento de parcerias com estúdios, casas de show, outros músicos, etc. 

O grupo também será incentivado a se apresentar em Jamsessions da cidade como forma experienciar o contato com o público, enquanto músicos e enquanto produtores.

Diante da dinâmica proposta, nos preocupamos que os participantes tivessem interesses não somente pela parte de criação e composição musical mas pelos processo de produção, gravação, estúdio, finalização, etc. 

Porque o Estúdio Aberto?

O mercado da música e as formas de produção musical tem mudado vertiginosamente nos últimos anos. A crescente popularização das novas mídias e tecnologias altera a dinâmica tradicional em que as grandes gravadoras detinham controle quase exclusivo sobre alguns elos que compõe a cadeia produtiva da música como produção, distribuição e veiculação dos produtos musicais.

Nesse novo contexto os profissionais da cadeia produtiva da música (músicos, produtores, estúdios, técnicos de som, casas de show, jornalistas culturais), veem a necessidade de dominar os mecanismos e ferramentas que irão trazer visibilidade e sustentabilidade ao seu trabalho. Dentro deste contexto surge o Estúdio Aberto!

A proposta não é legal demais????

São vários músicos que participam, seria injusto não citá-los: Ana Morena, Brisa Marques, Du Macedo, Érika Machado, Flávio Henrique, Francisco César Leandro, Helder Quiroga, João Pires, Jonas Vitor, Juliana Perdigão, Juliana Rabello, Juninho Ibituruna, Léo Chagas, Lucas Rocha, Luísa Rabello, Luiz Gabriel Lopes, Marcelo Albert, Marcops Braccini, Matéria Prima, Mateus Bahiense, Mestre Jonas, Murilo Antunes, Pat Rodrigues, Paulo César Anjinho, Pedro Moraes, Pedro Trigo Santana, Rafa Ludicanti, Raphaela Simões, Sarah Assis, Thiago Delegado, Thiakov, Valentina, Vandeveld, Valquitor, Vinícius Ribeiro, Vinikov, Vitor Santana, Yuri Vellasco.

Ufa, quanta gente porreta!

Feliz dia, quando estava eu em Santa Tereza em BH, quando o Vinícius me pergunta se eu queria um CD. Eu falei: Claro! Sem antes saber do que se trata, mas já conhecendo o Vinícius (um dos integrantes do projeto) já imaginei que seria coisa boa. Foi assim que ouvi as músicas do projeto. Ouvi uma a uma, gostei de várias. Mas sabe aquela que quando você escuta traz uma luzinha, aí vc vai, escuta de novo, de novo. A música foi Preto e Branco. Já gostei do nome. Quando escutei, de cara, gostei da levada. E depois, curti demais a letra! A música é do João Pires e do Marcelo Albert.

Já vi que não vou ficar só nessa música, em breve apresento outra!

Mais informações sobre o projeto Estúdio Aberto: http://contatoestudioaberto.blogspot.com/