0f8414b462f15ae49dc4d3d4b4e9a820

Foi bom, muito bom.
Mas como tantas outras coisas boas, chegou a hora de despedir.
Esperamos que vocês tenham gostado tanto quanto nós.

Seguimos com a mesma fé de sempre, e com música, muita música!

 

Até uma próxima!

Musique à Trois

Ana – Luna – Yu

Ser feliz é pra quem tem coragem

foto (2)

Tem coisas na vida pelas quais temos que passar.

No meu caso, fui sorteada com um câncer inédito na família, e com toda a bagagem que vem junto. A dor, o enjôo, a fraqueza. Meus lindos cabelos loiros caindo e o corpo se deformando com 15kg que seis meses atrás não estavam ali. Fui perdendo a minha identidade enquanto assistia a vida passar deitada na cama.

As pessoas me perguntam “Mas e ai, Luna, tudo bem? É muito ruim?“, e se eu for ser muito sincera – me perdoem a linguagem – mas não é muito ruim. É bem pior que muito ruim. É uma merda.

Só que quem manda nessa merda aqui sou eu.

Se você quiser ser vítima das suas próprias circunstâncias vai ficar super chateada com qualquer coisa pequena que acontece na sua vida. Não que isso que aconteceu comigo tenha sido uma coisa pequena, e é claro que eu tive momentos péssimos. Mas passar por cima do que é ruim e conseguir estar bem apesar de tudo foi uma escolha que eu fiz. Da mesma forma que ficar deprimida com qualquer coisa que não dá certo é uma escolha que eu poderia ter feito.

Ser feliz não é uma coisa que vai cair do céu e acontecer na sua vida. Ser feliz é entender que ficar triste não vai fazer com que coisas ruins parem de acontecer, mas vai te impedir de aproveitar as coisas boas. E isso não é fácil. Sair de casa gorda e careca não é fácil. Sair de casa gorda e careca e ser feliz assim mesmo é mais difícil ainda. Mas eu consigo e sabe por quê? Porque eu decidi que sim. Porque eu quis. Porque não é fácil, mas é uma escolha.

Ser feliz é pra quem tem coragem.

A minha família me deu raízes fortes o suficientes pra aguentar a tempestade sem cair. E um punhado de amigos que ficaram ao meu lado me deram a coragem que eu precisava pra ser feliz.

Este post de hoje é pra vocês. Vocês salvaram a minha vida. Obrigada ❤

ps: aos amigos pegos de surpresa, eu não quis anunciar nada antes não porque era segredo, mas porque eu não gosto de drama e queria esperar até estar bem pra contar pras pessoas. A pior parte do meu tratamento já passou, e nessa foto meu cabelo tem 15 dias de crescimento (awww yea!). E se eu puder pedir um favor pra vocês, quando forem comentar sobre o assunto ao invés de falar “nossa, você viu? a Luna tava com câncer, coitada!” favor substituir por “nossa, você viu? a Luna ficou linda careca!” (mesmo se for mentira) (mas eu sei que não é) (<3 gente que entende sarcasmo)

love love love

2013-03-24 14.47.27

Semana passada peguei passando na tv um filme que já tinha assistido e lembro de ter gostado muito. O nome dele é Across the Universe.

Revendo, descobri que o filme não é bom. Efeitos especiais muito tosquinhos, entre outras coisas, fazem dele um filme bem fraco. Mas sabe o que me encanta nele? O jeito que a história é contada.

Como o nome já sugere, o filme é um musical só com músicas dos Beatles. Adoro musicais, principalmente quando as musicas que tocam ali foram feitas em outro contexto, em vários discos, e encaixam na história.

No caso desse filme, alguns personagens como Jude, Lucy, Prudence, já dão dicas das músicas que vão aparecer. Mas é um pouco mais que isso. A história é moldada, guiada pelas músicas. Acho que gosto tanto disso por sempre imaginar trilhas sonoras pra minha vida. Esse filme é assim. A vida tem uma trilha, segue uma trilha.

Avisado que o filme é ruim, mas que as versões são legais, deixo aqui a ultima cena.

Linda. Num telhado. Com o ‘she loves you yeah yeah yeah‘ e tudo mais.

Com muito amor.

Porque é disso que a gente precisa.

sempre uma nova chance

2013-01-06 23.39.45

Sabe quando bate uma coisa, lá no fundo? Quando você se sente alegre, bem com isso?

2013 chegou assim pra mim. Depois de um ano difícil, é uma delícia se ver cercada de pessoas queridas, bons momentos, alegrias. É bom estar em casa! Apesar da saudade, é bom estar aqui, é bom estar vivendo o agora.

E é ótimo ter um lindo e querido pato inflável por perto!

E vamos começar o ano com um clássico?

Aproveitando que o mundo não acabou, que seja uma chance pra um recomeço. Pra mais leveza, pra mais alegria.

Um excelente 2013 pra todos =]

 

mudar o mundo

Post mega corrido num dia super cheio!!! Dia de comemorar um tanto de coisa, uma conquista importante de uma amiga querida! Fiquei pensando qual música combinava com isso… uma tranquila? Uma alegre? We are the champions? Nããããoooo, Revolution!

A gente até que tenta e quer mudar o mundo. Quem sabe um dia esse plano não dá certo?

No fim, fica tudo bem…

bitous negão

Hoje é dia de convidado! E um convidado muito muito especial: Lucas, Lucas Mello.

Não se deixe levar pela foto estranha (tirada num fim de dia num fim de Carnaval). Geógrafo, professor, é um amigo muito querido! Toca o site Canta Cantos, onde sempre mostra diferentes formas de se fazer Geografia. Não raro aparece música lá no meio. E também quadrinhos!

Com vocês, a escolha do Lucas:

—–

manter um blog atualizado não é para fracos [já disse isso aqui]. ainda mais quando queremos parecer mais inteligentes do que somos [hehe]. mentira! não, é verdade.

e para não deixar a peteca cair, ser esperto ajuda. só que a pimenta não é besta. aliás, nem ela, nem yuri, nem luna. vez ou outra as meninas convidam um amigo(a) [musique a quatre] para escrever quelque chose. e hoje é minha vez!

como sei que ela [a pimenta] é fã de quadrinhos, minha dica vem de um desenhista dos bons. foi no blog do benett que conheci o disco “motown meets the beatles” [também chamado de “bitous negão”]. e desse disco super legal, que tem várias faixas mega legais, eu gostei de uma música super mega legal: she’s leaving home por syreeta.

por que eu escolhi essa música? porque não é mole sair de casa. mas é muito bom mesmo assim. 🙂

curtiu? beijos. lucas mello

Se você tivesse que escolher um, qual escolheria?

Acordei com vontade de escutar Beatles. Tenho alguns favoritos – Revolver, White Album, Help. Mas se eu fosse escolher um… Abbey Road, com certeza.

Não dá pra postar todas as músicas aqui, e eu realmente recomendo que todas sejam escutadas, e na ordem. Então eu fico com uma linda versão de  Because a capella (só o vocal), pra dar aquele gostinho e fazer você querer pegar o CD e escutar o resto.

Bom dia!