as cumbia

Smile

Eu não entendo de música, nem tenho pretensão. Eu gosto, aprecio, pesquiso, sinto.
Mas ok, as coisas tem nomes, tem derivações e estão ligadas sempre a algum contexto histórico, elas queiram ou não.
O ritmo que mais escutei nos últimos dias foi a cumbia. Como existem muitas pessoas entendidas do assunto, até mais que os nativos portenos, descobri que a denominação pra cumbia que eu escutei bastante é a cumbia vichera, um espécie de remix de cumbia, estilo funk. Hahahaha. Mas não é que o troço toca por toca as cidades da argentina …
A cumbia clássica, super latina, é a cumbia colombiana, apesar de muitos países latinos terem grupos de cumbia. E olha que até o Brasil tem cumbia sim senhor! E dos mais gostosos, pq afinal de contas, quem melhor que brasileiro consegue tirar referência, colocar seu próprio suingue e ficar genial.

Vamos começar pelo que mais gosto, Academia de Berlinda de Olinda e Mohandas, do Rio.

Vamos a clássica colombiana!

Quem curtiu esse som vale a pena ir atrás da compilação completa: The Original Sound of Cumbia: The History of Colombian Cumbia & Porro as Told by The Phonograph – 1948 – 79.

E claro, a músicas das favelas e vielas da argentina, febre!

Se me lembra o Tecnobrega do Brasil? hehehe

Vai, sai dançando aí pela sala com esse post!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s