cheiro de infância

564037_4833840382894_641211137_n

No meio de uma semana agitada, me pego pensando na infância e nos irmãos. Todos enormes (um deles realmente enorme!), todos crescidos, quase tudo encaminhado. Mas eternos irmãos da infância, se não fosse eles eu não teria tido ninguém pra cuidar fingindo brincar de casinha hehehe.
Este mês foi dia das crianças, e a mama colocou mil fotos nossas no facebook, foi uma delícia. Relembrar fatos, rever objetos marcantes (eternamente desconsolado porque meu prato de passarinho sumiu). Ontem fomos almoçar as três irmãs e ainda reencontrar um amigo delas de colégio, que há muitos anos não vi. Teve um desses momento que vc olha ao redor e é difícil acreditar a trajetória de cada um, onde estamos, os nossos laços cada dia mais fortes. Sim, cada dias mais fortes. O dia que a Mayumi não vem almoçar pra #terçadoamor eu fico triste. O dia que a Thy não consegue ir almoçar e não me deixa levar comida pra ela no trampo, eu fico triste. O dia que eu vou discotecar e o Iago vira e fala que vai pra outra festa, eu fico triste.
Esses pensamentos devem ser frutos do mês da criança e do fim do ano chegando, data que nos enfiamos todos num carro e vamos que nem família buscapé pra São Paulo, aquela zona no carro, aquelas paradas no Recanto da Pamonha, sempre zuando que lá é o recanto da Thy. Essas viagens são divertidas e reveladoras! Hoje em dia é sempre a Mayu babando em cima do Iago (Iaguinho), o Iago empurrando a Mayu, e a Thy de boca aberta, e eu de co-pilota. Esse ano quero ver quem vai ser meu co-piloto que eu que vou levar o bonde pra sampa.

Esse post na verdade deveria ser sobre o trabalho da Irene Bertachini, uma artista aqui de BH que gosto muito. Mas comecei a escutar o album dela agora de manhã e esse foi o sentimento que veio a tona, com a delícia da música Dia Bom, dela e do Gustavo Amaral. Gostinho delicioso de infância.

Voz deliciosa Irene! Embalou o dia.

ps: vou reservar um dia menos emotivo para falar sobre o trabalho da Irene.
ps2: a legenda da foto é: todos querem soprar a vela do bolo da Mayu.

2 pensamentos sobre “cheiro de infância

  1. Sabe aquela frase: se eu pudesse escolher aonde eu vou nascer… pois nasceria do mesmo jeito: filha da alice e escolheria a Yuri, a Mayumi e o Iago como irmãos. Seria neta da vovó Amirys e do Seu Shokito, tudo do mesmo jeito, porque são vocês que me fazem felizes, assim desses jeito que são.

    PS: vc e a Luna, parem de me fazer chorar no trabalho #prontofalei

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s