do Curupaco ao Caetano

2013-08-04 20.17.56-1

Das 10 da manhã à meia noite, ouvindo música. Assim foi meu domingo. Hoje a sensação é de esgotamento.. tô exausta! E feliz, muito feliz!! Música alimenta, né?

Que domingo lindo! O dia tava lindo, as companhias maravilhosas… Alegria, alegria

Em Santa Tereza, uma delícia de show do Curupaco, surpresa ótima com Sala da Toscaria improvisando em cima do Acabou Chorare. Tulipa Ruiz, gripada, arrasou!! Lindo lindo o show dela… Essa foi a hora que a praça começou a encher demais, sinal de celular começou a falhar… a noite foi caindo, e a gente não conseguia mais andar direito pela praça. Passei o show do querido Jeneci sentada descansando um pouco, e, na hora do muso Lenine, simplesmente não dava. Impossível ficar no meio de uma multidão daquelas. Nem um lugarzinho fora da bagunça dava pra encontrar: a estrutura de som não tava lá muito legal. Se você não estivesse na frente do palco, não dava pra escutar nada direito! Com o coração muito apertadinho de deixar o Lenine pra trás, fomos pra praça da Estação, já com medo da muvuca que estaria por lá. E qual não foi a surpresa: tudo em paz! Muito cheio, mas uma ótima estrutura pro tanto de gente que tava lá: muitos telões, som potentíssimo, comida e bebidas nos bares, banheiros quase dignos. E espaço. E possibilidade de respirar. O comentário geral foi: Lenine não merecia aquela bagunça. O público dele não merecia aquela bagunça.

Preciso falar do que foi assistir o show do Paulinho da Viola? Amor! Que graça ele é, que simpatia, que voz! Assistir ao show, mesmo que de longe, mas podendo dançar, ouvir… um presente! Repertório lindo, finalizando com a Velha Guarda da Portela no palco. Mais uma vez, a palavra que vem na cabeça: amor! Um show a menos na listinha dos shows que eu preciso ir na minha vida.

Bom, depois disso, esgotada, queria ir embora. Tinha show do Caetano. Ah, já tô aqui, vou ouvir umas duas música e ir embora. Andava meio com birra dele… Birra que passou MUITO rápido!! O show dele foi EMOCIONANTE, revigorante, lindo! Minha maior surpresa do dia! Alternando entre as músicas novas com a banda Cê e vários clássicos só voz e violão, ele não deixava ir embora. Comentei com uma amiga: quero ir embora mas o Caetano não deixa!! Foi lindo. Nunca tinha visto ele no palco, e ali, naquela praça lotada, agradável, ele me ganhou. E o sambão no final? Ele convidou o Trio Preto +1, pessoal do Rio que eu nunca tinha ouvido falar. Quando todo mundo se juntou no palco, emoção. Eu não sabia de onde vinha energia pra dançar, pra rir, pra cantar… Coisas que só a música faz por você.

Depois desse imenso relato, não dá pra não postar uma do Caetano. Escolhi uma que ele cantou no finzinho, e que eu cantei junto, com os bracinhos pra cima. Tentei achar uma versão sem o mash up com Cotidiano. Achei um vídeo não oficial, mas com boa qualidade. Pega um pouco da vibe de ontem. Só tira um pouco das guitarras e coloca percussão no lugar e voilà!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s