aos 70

paul

Lembra da primeira vez que você parou e pensou “é, esse cara é foda”?

Eu lembro.

A primeira música que aprendi a cantar em inglês foi dele, Michelle. Passei a infância escutando Beatles, Wings, sua carreira solo, ele sempre foi o Beatle preferido do meu pai.

E foi depois de anos escutando e sendo influenciada por tudo isso que um dia peguei o Abbey Road porque EU queria escutar. Oh Darling começa como mais uma balada, mas na hora que ele solta a voz… foi a hora que eu parei e pensei “esse cara é demais”. E ele deixou de ser um velho que faz músicas que meu pai escuta, e eu me identifiquei com o som dele. Ele, que com menos de 30 anos tinha criado um dos melhores álbuns de música da história.

E hoje ele tem 70.

O que se espera de um artista de 70 anos de idade é bem diferente do que se espera de um de 20. O som de Sir Paul hoje é um easy listening muito gostoso. Querer, é claro que eu queria ter visto o Paul McCartney com seus 30 anos soltando a voz e imaginando como seria a vida aos 64. Mas me sinto privilegiada de vê-lo de qualquer forma.

Primeiro, I’m Gonna Write Myself a Letter do seu último álbum, Kisses on The Bottom.

E pra lembrar porque a gente ama ele, Oh Darling.

Pra vocês, boa sexta.

Pro Paul, até amanhã ❤

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s