nunca é demais

1960-beatles-hamburg_germany1astrid

o que nunca é demais na vida? Um monte de coisa boa certo? Sentir o vento fresco, ternura, amigos do peito, amores eternos enquanto durem, sorvete, alegria, sorriso … e The Beatles!

Eu não canso de ler sobre, escutar, descobrir, ouvir, reouvir.
No meio de uma conversa sobre música, me dei conta de uma falha grave, nunca tinha parado pra assistir BackBeat, filme que fala sobre o início da carreira dos Beatles. A trilha sonora já tinha me ganhado anos atrás. Como não amar: Dave Pirner (Soul Asylum) e Greg Dulli (The Afghan Whigs) nos vocais, Thurston Moore ❤ (Sonic Youth) e Don Fleming (Gumball) nas guitarras, Mike Mills (R.E.M.) no baixo e Dave Grohl na bateria. COMO NÃO AMAR!?
Parei tudo, e vi o filme. Adoro ver o John nervoso e desesperado (como ele mesmo se intitula).
Só acho que eles botaram pano quente demais na morte do Stuart, maaaaaas, filme é filme.
E como eles gostavam tanto de se dizer uma banda de rock n´roll, aqui está ele. Música de Chuck Berry. E sim, no começo os Beatles faziam covers! Mas foi por muito pouco tempo.

O que me encanta sempre nas representações das histórias dos Beatles é o George. George Harrison ❤.

Find me where ye echo lays
Lose ye bodies in the maze

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s