Inveja

Sinto inveja pra caralho. Não vou tentar dar uma de boazinha.
A gente deseja um monte de coisa, nem sempre materiais. A maioria não materiais.
A energia de uma inveja bem sentida, bem cascuda, pode baquear. Mas volta meu caro, se volta.
Deixar de sentir não tem como. Mas tem como sentir e deixar ela passar direto, sem estacionar, sem deixar ranço nenhum.

Move um outro sentimento, um desejo de querer alcançar. Sinto inveja, mas ao invés de ficar sentindo, prefiro que ela me mova a correr atrás.

Uma música que me faz sentir inveja?

Entendeu?
Até a chuva me deu inveja.

Um pensamento sobre “Inveja

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s