Preguiça

Fiquei pensando o que torna algo pecado. Talvez o excesso, o exagero, o extremo.
A preguiça até pode ser um pecadinho, dos menores, mas ainda sim é considerado um pecado. E porque? O que torna a preguiça um pecado?
Preguiça, segundo fontes googleanas é quando uma pessoa vive em estado de falta de capricho, de esmero, de empenho, em negligência, desleixo, morosidade, lentidão e moleza, de causa orgânica ou psíquica, que a leva à inatividade acentuada. Aversão ao trabalho, frequentemente associada ao ócio, vadiagem.
Realmente, isso é um pecado! Não viver é pecado!
Mas também associo a preguiça à outros estados … e sim eu peco.
Tenho a tal da preguiça alheia por muitas coisas, principalmente por coisas que se fazem de reais, mas não são.
Afinal de contas, a vida real não é aqui.

Mas vamos pecar um pouquinho? Vamos ficar com as pernas pra cima, curtir o ócio, e ser um pouco vagabundos. Pois eu acho que tudo em equilíbrio, até mesmo um pouco de preguiça, não é pecado, é sabedoria.

A música? Uma música dessas que é boa pra ficar no tapete olhando pro teto, de uma banda que transparece uma vida vagabunda, uma Onda Vaga.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s