Ser feliz

Em duros tempos, uma música pode fazer uma grande diferença. Uma música pode te trazer recordações, mas também te trazer sentimentos de fé, de esperanças, de dias melhores, essas coisas. Ai ai, como essas coisas são importantes. O que seria o acordar diário se não fosse essas coisas. Me pego várias vezes pensando como a vida pode ser/estar vazia. A gente vive, passa, e não vê, não sente. O que é ser feliz? Muita coisa é ser feliz. Não, minto, coisa não, gentes e essências. É isso. Ser feliz. É gente, é energia, é sincronicidade, é sorriso no lábio. É pertencer. Pertencer à sua própria vida, pertencer ao mundo. Afinal de contas, a vida não é ter, é ser, como já diria o poeta.
E a vida acaba, pode acabar, uma hora acaba, ah sim, ela acaba. Minto, ela não acaba, ela voa, se esvai. Um monte de gente fica.

Um clipe leve, com imagens leves, com uma letra leve.
Leveza! Vai, é bom, né?

Caraivana, banda formada por uma galera da pesada, meninos super queridos. Que vivem a vida leve, fazendo da música a arma para ser feliz. Que melhor?

E de lambuja, uma música, para aqueles que nos últimos dias estão sentindo uns buracos n’alma.

E no final das contas é isso:

“O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem.”
Guimarães Rosa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s