E as máscaras caem

Sim, as máscaras caem quando não é verdadeiro.

Túlio Araújo é um músico daqui de Belo Horizonte, versátil, percussionista e pandeirista talentoso. Criativo, acho que esse é uma boa primeira palavra pra falar do Túlio. Toca forró em BH desde os bons tempos áureos do forró. Atualmente toca no Baião Caçula (grupo do qual sou fã incondicional, pelo forró de qualidade e pela amizade) e o Samba de Luiz, outro projeto bacana de música brasileira.

Mas hoje vou falar do seu mais recente trabalho, o álbum  Manguêra.

Algumas músicas eu já tinha ouvido na rádio. Principalmente Som para Little River, que tem tocado bastante por aí. Musicão. Outra música que me chamou a atenção também, é a faixa título, Manguêra. Túlio fez um arranjo em uma música do Thiago Araújo, arranjo esse baseado em uma peça musical, ela tem uma levada muito forte, e depois que fiquei sabendo a história dela, me impressionou mais ainda. Túlio me contou que esta música teve como “cenário” ou inspiração uma peça idealizada por Maurício Tizumba, Galanga Chico Rei. Cenário forte, porões de navio com negros doentes e morrendo, em contraste com  a aristocracia portuguesa que viaja no convés. Música forte.

Mas a música que escolhi do álbum foi Na Contramão, de  Edinho Vianna, música que mistura todo o swingue musical brasileiro, com levadas de jazz e samba.

Túlio é daqueles caras que a criatividade transborda, então ele parte para as experimentações e não fica preso a um só ritmo, pesquisando tudo que é tipo de raiz musical que ele vai encontrando. Dessas experimentações nasceu o Projeto Dobradura, onde ele mostra toda a diversidade que o pandeiro pode levar, sempre acompanhado de músicos feras.

Para o álbum Manguêra, Túlio contou com a participação de Samy Eric, Breno Mendonça, Tiago Araújo, Leonardo Brasilino, Bernardo Brito, além de outros músicos e amigos que têm participado de seus shows, como Thiago Delegado (violonista) e Lucas Viotti (sanfoneiro). Palavras que não saíam da minha cabeça enquanto eu ouvi o disco? Denso, coeso e leve.

E pra completar, terça feira que vem, dia 14 de agosto, tem mais um show de lançamento dele em BH, no conservatório da UFMG.

Eu vou perder? De jeito nenhum!

Para ter mais acesso ao trabalho do Túlio, vá aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s