FUDEROSO

Na verdade são duas palavras: FUDEROSO E INESQUECÍVEL.
Sábado eu revivi um dos momentos mais inesquecíveis da minha vida. Particularidades do Carnaval de Recife de 2008. E isso aconteceu porque fui no show do Nação Zumbi que rolou no Music Hall.

Eu quase não fui, estava cansada, foi por pouco que não fiquei em casa fazendo nada. Ainda bem que eu fui, pois tenho que confessar, tem algumas coisas que me fazem chorar, e ver a energia desse pessoal é uma delas.
Nação Zumbi é uma banda que dispensa muitos comentários, a trajetória deles é incrível, o tipo de música que eles fazem é incrível, como eles conseguiram seguir em frente com autenticidade sem o Chico Science é incrível.

Eu estava lá, no segundo andar no Music Hall, do lado do palco, e se a energia tem forma, ontem ela tinha forma de alegria, de tambor e de guitarra.

E me fez lembrar um dos dias mais incríveis da minha vida, o show do Nação Zumbi no carnaval de Recife, no Marco Zero, seguido do show do Lenine com Milton Nascimento, com direito a dia amanhecendo, Bituca cantando Maria Maria, e todo mundo com os braços levantados. Eu arrepio. Eu choro. É uma sensação que não da pra descrever.
Ontem, o show foi certeiro, algumas músicas são mais que fuderosas, Cordão de Ouro (que está na trilha de Besouro) é uma porrada. As clássicas fazem a galera ir ao delírio. Mas o Lúcio Maia tocando guitarra é algo sensacional, combinado com os tambores fortes da banda.

A vida também é feita dos momentos inesquecíveis, Thank God!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s