As raízes

Gosto demais dos músicos que valorizam suas raízes, sejam elas mineiras, cariocas ou nordestinas.

Sou apaixonada, todos sabem, pela cultura mineira. Mas também tem uma outra região que me conquistou muito durante os últimos anos, que é o nordeste. Várias e em várias situações foram as minhas incursões. Na natureza, na música e na comida. Recentemente ouvi um cara que chama Geraldo Júnior. Um nome comum, mas com um som bastante incomum, quando se trata de alguém que traz pra contemporaneidade as raízes do Cariri. O Cariri é daqueles lugares do Brasil, que as pessoas no máximo ouviram falar, mas não sabem nem onde fica. É uma região linda, cheia de história, e acho que talvez foi lá, aprendi o valor da fé e da reza. Vi de perto a fé, nos pés do Padre Cícero. Mas essa é outra história.

No album “Warakidzã – Senhor do Sonho”, Geraldo Junior traz com maestria os sons e os valores daquela região tão rica.

Escutem a música A alma afoita da revolução e lembrem que o mundo é grande, a fé é essencial, e os sentimentos se igualam em todos os lugares.

 

3 pensamentos sobre “As raízes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s