Recomeçar sem esperar um final

Já conheço a Juliana Perdigão de outras paragens: do Graveola e o Lixo Polifônico e também do Corta-Jaca. Projetos diferentes mais muito bons. Sempre achei ela uma simpatia, sempre rindo no palco, concentrada em tocar seus instrumentos de sopro (se não me engano ela sempre toca flauta e clarinete). Estava ansiosa por escutar seu disco, pois sei que suas parcerias são geniais: Flávio Henrique, Makely Ka, Tulipa Ruiz, Pablo castro, Thiakov, Vitor Santana, Luiz Gabriel e outros.


Escutei o cd uma semana antes do show em BH. Depois fui ao show.  Já estava com as melodias e algumas letras na ponta da língua. O show foi lindo. A participação do seu irmãozinho Gabriel foi emocionante, e como disse o Thiakov: distribui o lenço! Bate diferente em cada um né?

 

As fotos do show foram gentilmente cedidas por Tamás Bodolay. Valeu!

 

A música que escolhi foi Recomeçaria, do Luiz Gabriel. É daquelas músicas leves, que dá esperança.

Precisamos disso.

Precisamos de nós desatados.

Precisamos caminhar e fazer o dia acontecer.

Precisamos ter calma pra ter não esperar demais do final.

Não tem final.

É cíclico.

Acaba e recomeça no mesmo lugar.

Uma música para a vida que as vezes nos decepciona, mas depois surpreende. A vida, ou as pessoas. Decepcionam ou surpreende. Ou os dois.

Um pensamento sobre “Recomeçar sem esperar um final

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s